ENTIDADES DE ARQUITETURA, EVENTOS, IAB, Luciano Guimarães, RECENTES, UIA.2020.RIO|

Luiz Antônio de Souza, Secretário-Geral do IAB/DN; Nivaldo Andrade, presidente do IAB/DN; Rafael Passos, presidente do IAB/RS; e Luciano Guimarães, presidente do CAU/BR

 

O 21º Congresso Brasileiro de Arquitetos encerrou suas atividades com mais de 700 profissionais lotando o auditório da Assembleia Legislativa do Rio Grande do Sul. O evento, fiel ao seu tema “Espaço e Democracia”, levou arquitetos, estudantes e interessados a ocupar praças, universidades, monumentos e equipamentos culturais em toda a cidade de Porto Alegre. As 2.500 pessoas que participaram do 21º CBA circularam por diferentes pontos da cidade, participando de palestras, debates, oficinas, minicursos, exposições e atividades culturais. O Congresso foi aberto ao público da cidade por meio de exposições e palcos de debates na Praça da Alfândega, no Centro Histórico de Porto Alegre. A realização é do Instituto de Arquitetos do Brasil, com co-realização do CAU/BR e do CAU/RS. “As pessoas se apaixonaram pela proposta e isso fez toda a diferença”, disse o presidente do IAB-RS, Rafael Passos, que coordenou o evento. 

 

A Plenária Final do evento contou com homenagens a importantes nomes da Arquitetura e Urbanismo e grandes expectativas para o 27º Congresso Mundial de Arquitetos (UIA2020RIO). A Carta da Cidade de Porto Alegre, documento oficial do 21º CBA, onde o Instituto dos Arquitetos do Brasil (IAB) apresenta uma série de pautas e propostas sobre os desafios que os arquitetos e urbanistas enfrentam no início do século XXI. O documento lido pelo presidente do IAB, Nivaldo Andrade, traz temas como:

 

  • Exigir a integração das políticas públicas de habitação, saneamento, mobilidade e
    equipamentos sociais;
  • Incentivar a Assistência Técnica em Habitação de Interesse Social
  • Monitorar a produção habitacional e a produção de espaços públicos refletidos na Nova Agenda Urbana e nos objetivos do desenvolvimento sustentável;
  • Reafirmar o planejamento territorial como fator de inclusão democrática e participativa;
  • Reafirmar a atuação do arquiteto e urbanista no projeto e na construção de espaços e na conciliação dos interesses dos diversos atores sociais e destes com o poder público.

 

CONFIRA A CARTA DA CIDADE DE PORTO ALEGRE NA ÍNTEGRA

 

O presidente do CAU/BR, Luciano Guimarães, destacou a intensa participação dos conselheiros do CAU/BR e dos CAU/UF em 26 atividades, 14 sessões temáticas, 5 oficinas, 6 rodas de conversa e uma palestra do 21º CBA. “O compartilhamento de conhecimento e opiniões proporcionado pelo Congresso renova nossa energia e enriquece o campo das reflexões sobre o papel dos arquitetos”, disse. “No primeiro CBA de que participei, em 1976, foi animador sentir-me parte de uma categoria engajada na luta pela redemocratização e na reafirmação do papel social dos arquitetos e urbanistas. Despeço-me do 21º CBA com o mesmo entusiasmo e orgulho da profissão.”

 

Luciano lembrou ainda do  papel essencial das entidades de arquitetos e urbanistas, em especial as que compõem o Colegiado Nacional das Entidades de Arquitetura e Urbanismo (CEAU) do CAU/BR: Instituto dos Arquitetos do Brasil (IAB), Federação Nacional dos Arquitetos e Urbanistas (FNA), Associação Brasileira dos Escritórios de Arquitetura (AsBEA), Associação Brasileira de Ensino de Arquitetura e Urbanismo (ABEA) e a Federação Nacional de Estudantes de Arquitetura e Urbanismo do Brasil (FENEA). “A organização e mobilização de nossa categoria são essenciais para o sucesso da profissão”, disse.

 

Leia aqui a íntegra do pronunciamento do presidente do CAU/BR

 

Arquitetos e urbanistas lotaram o auditório da Assembleia Legislativa do Rio Grande do Sul

 

HOMENAGENS
O 21º Congresso Brasileiro de Arquitetos decidiu reforçar a homenagem à arquiteta e urbanista Briane Bicca, conselheira federal suplente do CAU/BR pelo Rio Grande do Sul, falecida em junho de 2018. Pela sua atuação na valorização do Centro Histórico e na recuperação da Praça da Alfândega, o IAB-RS vai sugerir à Câmara de Vereadores de Porto Alegre que a Alameda dos Jacarandás seja renomeada Alameda dos Jacarandás Briane Bicca. “O IAB começa a ingressar num novo momento em que precisamos representar melhor o trabalho das nossas colegas arquitetas e urbanistas, e começamos com a homenagem à Rosa Kliass, que recebeu o Colar do Ouro do IAB”, afirmou o presidente da entidade, Nivaldo Andrade.

 

Com o Colar de Ouro do IAB entregue a Clóvis Ilgenfritz na abertura do 21º CBA, foram anunciadas no encerramento a Medalha Edgar Graeff de Ensino e Pesquisa para Paulo Ormindo de Azevedo (ex-conselheiro do CAU/BR e do CAU/BA) e a Medalha Gastão Bahiana por Contribuição às Entidades de Arquitetura e Urbanismo para Antônio Carlos Campelo Costa (ex-presidente do IAB).

 

Foram lembrados ainda dois arquitetos e urbanistas falecidos este ano que deram uma contribuição notável à produção de Arquitetura e Urbanismo do país: Demetre Anastassakis, ex-presidente do IAB e um dos maiores especialistas em Habitação Social do país; e Moacyr Moojen, que projetou revitalização do Auditório Araújo Vianna, em Porto Alegre, e foi considerado Cidadão Emérito da cidade.

 

Contribuições de Moacyr Moojen e Demetre Anastassakis à Arquitetura e Urbanismo foram lembradas

 

UIARIO2020
A Plenária Final do 21º CBA terminou com uma apresentação sobre o 27º Congresso Mundial de Arquitetos (UIA2020RIO), que acontece no Rio de Janeiro entre os dias 19 e 23 de julho do ano que vem. São esperados 20.000 participantes e acompanhantes e mais 100 palestrantes de todo o mundo para o evento que contará com Pavilhões no Pier Mauá e atividades no Maracanãzinho, Palácio Capanema, Museu de Arte Moderna, Museu do Amanhã e Museu de Arte do Rio.

 

Segundo o presidente do Comitê Executivo do UIA2020RIO, Sérgio Magalhães, os arquitetos e urbanistas e suas entidades já realizaram 82 eventos preparatórios para o UIA2020RIO, em várias cidades do Brasil. No ano que vem, serão três eventos: UIA2020RIO, Rio Capital Mundial da Arquitetura e Fórum Mundial das Cidades da Unesco.

 

Entre os palestrantes, estão nomes consagrados da Arquitetura mundial, como Solano Benitez (Paraguai) Diébédo Francis Kéré (Burkina Fasso), Eduardo Souto de Moura (Portugal, Prêmio Pritzker) e as brasileiras Elizabeth de Portzamparc e Carla Juaçaba.

 

Apresentação do UIA2020RIO

 

Sérgio Magalhães destacou ainda a presença do UIARIO2020 na cena cultural do Rio de Janeiro. Em 2020, três escolas de samba vão dedicar seus desfiles a temas de Arquitetura e Urbanismo: Unidos da Tijuca (Arquitetura e Urbanismo), União da Ilha (Habitação) e Grande Rio (Brasília). Além disso, mais de 40 instituições culturais do Rio de Janeiro vão participar do evento.

 

Saiba mais sobre o UIA2020RIO no site oficial.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close Search Window