Assistência Técnica, CAU/BR, Habitat III, Nova Agenda Urbana, RECENTES, Todas as Notícias|

Dia 01 de outubro começou o Mês Urbano, marcado por duas comemorações em todo o mundo, celebradas na primeira segunda-feira do mês: o Dia Mundial da Arquitetura, instituído pela União Internacional dos Arquitetos em 1985; e o Dia Mundial da Habitação, criado há mais de três décadas pela Assembleia Geral da ONU.

 

Identidade visual oficial das comemorações para o Dia Mundial da Arquitetura, fruto da Competição Mundial de Posters de Arquitetura 2019, vencido pela arquiteta Huda Gharandouqa, da Jordânia.

 

Em 2019, o Dia Mundial do Habitat abordará o tema “Tecnologias de ponta como ferramentas inovadoras para transformar resíduos em riqueza”, enquanto o tema do Dia Mundial da Arquitetura será “Arquitetura… habitação para todos”. Alinhado a essa segunda temática e à missão do CAU/BR, “Arquitetura e Urbanismo para Todos”, o Conselho celebra o Outubro Urbano com duas iniciativas: o “Programa Minuto Arquitetura para a Vida” e a exposição de painéis sobre Assistência Técnica em Habitação de Interesse Social (ATHIS) na 21ª edição do Congresso Brasileiro de Arquitetos.

 

A campanha de rádio “Arquitetura para a Vida” consiste em 10 boletins de 1 minuto cada, com assuntos relevantes sobre Arquitetura e Urbanismo, objetivando conscientizar a população brasileira sobre a necessidade da contratação de arquitetos e urbanistas em obras de reforma e construção para garantia de espaços seguros, salubres e confortáveis, além de economia de gastos.

 

O programa está sendo veiculado no período de 09 de setembro a 16 de outubro, às segundas, quartas e sextas-feiras, pelas rádios CBN e Band News em seus jornais matutinos (das 6 às 9 horas) e pela Radioweb. O programa se completa com hotsite, onde podem ser acessados todos os boletins e respectivos textos, e posts nas páginas do CAU/BR no Facebook e no Instagram.

 

Clique aqui e acesse o hotsite “Arquitetura para a Vida”

 

 

Foto: ONU-Habitat.

 

A outra inciativa promovida pelo CAU/BR em celebração ao “Dia Mundial da Arquitetura” e ao “Mês Urbano” é a exposição das experiências de ATHIS financiadas pelo CAU/BR e pelos CAU/UF. O compilado será distribuído em painéis que serão expostos no 21º Congresso Brasileiro de Arquitetos (CBA). Alinhados com os temas do Dia Mundial da Arquitetura.

 

 

Promovido pelo Instituto de Arquitetos do Brasil (IAB) desde 1945, a 21ª edição do CBA acontece entre os dias 9 e 12 de outubro, em Porto Alegre, com o tema “Espaço e Democracia”. O Conselho irá expor no Congresso pranchas com as ações em ATHIS como forma de promover o trabalho de arquitetos e urbanistas e divulgar a Lei 11.888.

 

Confira o site oficial do Congresso Brasileiro de Arquitetos e inscreva-se!

 

 

Outubro Urbano

 

A Organização das Nações Unidas (ONU-Habitat) celebra anualmente o Outubro Urbano. A iniciativa tem início com o Dia Mundial da Habitação e termina com o Dia Mundial das Cidades, no dia 31. Em 2019, o Dia Mundial das Cidades tem como tema “Mudando o mundo: inovações e uma vida melhor para as gerações futuras”.

 

A escolha do mês de outubro para a campanha está inserida no contexto de duas relevantes agendas para as cidades: é o mês seguinte à adoção dos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS), e aconteceu um ano antes da Terceira Conferência das Nações Unidas sobre Habitação e Desenvolvimento Urbano Sustentável (Habitat III), realizada em Quito (Equador), de 17 a 20 de outubro de 2016.

 

A iniciativa é também uma plataforma para debate e divulgação da Nova Agenda Urbana e dos ODS, em especial o ODS 11 (“Tornar as cidades e os assentamentos humanos inclusivos, seguros, resilientes e sustentáveis”).

 

Para dar visibilidade aos temas do Outubro Urbano, o escritório do ONU-HABITAT no Brasil criou, em 2018, o Circuito Urbano — uma convocatória para apoiar institucionalmente eventos, organizados por diversos atores, que ocorram em outubro. Neste ano, o tema geral das atividades será “Cidades Inovadoras e Inclusivas”, e como pergunta inspiradora “Como a inovação pode aprimorar serviços e políticas urbanas de maneira inclusiva e sustentável?”

 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close Search Window