CAU/BR, CAU/UF, EVENTOS, PLANEJAMENTO E FINANÇAS|

Contadora Talita Medeiros, da Ata Contabilidade e Auditoria.

 

Melhores práticas de gestão, prestação de contas, processos de cobrança e orçamentos foram alguns dos assuntos discutidos no V Encontro de Contadores e Gestores Financeiros do CAU, realizado entre os dias 6 e 8 de novembro, em Brasília. O objetivo foi promover troca de experiências, alinhamento de procedimentos e difusão de boas práticas entre todo o conjunto autárquico.

 

Um total de 66 colaboradores ligados à gestão financeira do CAU/BR e dos CAU/UF esteve presente ao encontro. Na abertura, o presidente do CAU/BR, Luciano Guimarães, agradeceu aos participantes pelo bom trabalho realizado e comentou sobre as ações que os arquitetos e urbanistas vêm promovendo para garantir a natureza pública dos conselhos de fiscalização profissional. Ele destacou a importância da boa gestão para garantir o controle social e a transparência sobre as ações do CAU.

 

Depois, o dia foi dedicado a discutir práticas de planejamento e auditoria. O CAU/SP apresentou sua metodologia para a elaboração do Relatório de Gestão, enviado anualmente ao Tribunal de Contas da União (TCU). Esse trabalho recebeu o Prêmio Boas Práticas na 3ª Conferência Nacional dos Conselhos Profissionais como melhor relatório de 2018.

 

Participantes do V Encontro de Contadores e Gestores Financeiros do CAU realizam oficina sobre processos de cobrança

 

Na parte de inovação tecnológica, foi apresentado o Sistema de Gestão Integrada (SGI) do CAU. Essa plataforma tem como objetivo automatizar todos os processos internos dos conselhos, principalmente no que se refere ao planejamento executivo e financeiro. A proposta é que os gestores financeiros utilizem o sistema a partir da metodologia CPM (Método do Caminho Crítico, na sigla em inglês).

 

Processos de cobranças de anuidades, taxas e multas foram tema de uma oficina realizada no segundo dia do evento. Cinco grupos de gestores ficaram responsáveis por analisar e propor melhores soluções para cada uma das fases do processo de cobrança. Analistas da Coordenadoria do Serviço de Informação e Comunicação do CAU (SICCAU) participaram da oficina e receberam as sugestões de evoluções no sistema.

 

Foram debatidos também no encontro novas exigências para contratação da Auditoria Externa do CAU e a metodologia para repasses financeiros ao CAU/UF beneficiados pelo Fundo de Apoio do CAU. Trata-se de uma estrutura que faz repasses aos CAU/UF que, por suas receitas próprias, não conseguem financiar todos os serviços necessários naquele estado. O objetivo é garantir as ações de promoção e fiscalização da Arquitetura e Urbanistas aconteçam em todo o território nacional.

 

Guilherme Amaral, gerente de Orçamento e Finanças do CAU/BR

 

Houve ainda um workshop sobre Gestão Patrimonial e Avaliação de Ativos, comandado pelo contador Nilton Cordoni, diretor da empresa CDN Consultoria e Assessoria Humana e Organizacional e autor do livro “Gestão Do Patrimônio Público – Administrar, Reavaliar e Controlar os Bens Patrimoniais” (Ed. Negócios Públicos, 2015). A contadora Talita Medeiros, da Ata Contabilidade e Auditoria, proferiu uma palestra sobre a implementação do E-Social na Administração Pública, com atenção à classificação da atividade econômica dos conselhos profissionais.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close Search Window